Vivência “Educação Ambiental e Sustentabilidade para Roteiros Inclusivos: O Morro do Vidigal”

1470313_460492424124354_9006487866205005374_n 1560537_460493394124257_6186112588474666846_n 1907402_460493037457626_6765552130144703665_n  10690010_460493124124284_6238898724866348552_n10613029_460492990790964_8268527298886778129_n 11052372_460492437457686_2816964708968552111_n 11163768_460492954124301_6970790882709001656_n 11401051_460492724124324_3242824504860336297_n  11412201_463806157126314_3304175468401672768_n

A Haveté promoveu a Vivência “Educação Ambiental e Sustentabilidade para Roteiros Inclusivos: O Morro do Vidigal” no dia 13 de junho [sábado].

Na praça do Vidigal a Simone, da Haveté Sustentabilidade, apresentou a ideia de (re)pensar a sustentabilidade a partir de diálogos no território como base do processo de Educação Ambiental.

Vinte e três educadores|participantes das mais diversas áreas começaram o dia com meditação e dinâmica de apresentação à beira mar, mediada pela Érika. Na Associação de Moradores, o André contou da história da comunidade, destacando seus desafios e sua resistência. Dona Lúcia, filha de um morador pioneiro no Vidigal, contou sua relação com o córrego, que hoje é um poluído. A Bárbara, da Haveté Sustentabilidade, relacionou a fala de Dona Lúcia à história ambiental do Vigidal, trazendo questionamentos sobre resíduos sólidos e a naturalização do termo “valão”.

No Hostel Jaqueira o Edi apresentou o Coletivo Verdigal e contou sobre o processo de educação ambiental comunitária à partir das Hortas. O André apresentou o Mapa Vidigal 100 Segredos, elaborado com financiamento coletivo da comunidade, que está em sua 3ª edição. A alimentação sustentável Slow Food foi feita pelo Zeca, que apresentou seus pratos e ideias.

O fim da tarde foi no Parque Ecológico Sitiê com o Paulo e o Mauro, que contaram sobre o processo de criação e histórico do local. No mirante, a Manu debateu os roteiros inclusivos, suas premissas na relação comunitária e a diferença para o turismo safári. Na dinâmica final os educadores|participantes puderam refletir sobre a transformação de suas impressões sobre o Vidigal e fazer propostas [sobre roteiros inclusivos, resíduos e alimentação sustentável] para a comunidade.

Haveté!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s